quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Trechos do livro "Doidas e Santas" - Martha Medeiros.


 Os trechos à seguir foram retirados de crônicas do livro Doidas e Santas de Martha Medeiros.

"A vida e a espera por um telefonema, a vida e seus blefes, e nosso cansaço, e nossos sonhos, e a rotina e as trivialidades, e tudo que parecerá sem graça se ninguém colocar um pouco de poesia no olhar."
"Uma vida interessante é menos burocrática, mas exige muito mais."
"Quantos metros precisamos percorrer, quantos dias devemos esperar, em que momento de nossa vida irá se realizar o nosso maior sonho e, uma vez realizado, teremos sensibilidade para identificá-lo?"
"Podemos viver muito bem sem cultura, mas a vida perde em encantamento."

"Quem, além de você, vai alcançar a dimensão das suas pequenas vitórias particulares? Contemplar um lago, rever um amigo, rezar para seu próprio deus, ver um filho crescer, perdoar, gostar de si mesmo: tudo isso é gigantesco para quem ainda sabe sentir."
"Porque através do sonho a pessoa que se foi nos faz uma visita. Pode até ser uma visita aflitiva, mas a pessoa está de novo ali, ela está interagindo, ela está sorrindo ou está calada, ou está dançando, ou escapando de nossas mãos, mas ela está acontecendo em tempo real, que é o período em que estamos dormindo, e que faz parte da vida, e não da morte."

"O fato de transgredirmos nossas próprias regras só demonstra que estamos conscientes de que a cada dia aprendemos um pouco mais, ou desaprendemos um pouco mais, o que também é amadurecer."
"Entre sobreviver e viver há um precipício, e poucos encaram o salto."
"O simples nunca foi fácil, muito menos para quem possui um coração no lugar onde tantos possuem uma pedra de gelo."
"Porque ficar triste é comum, é um sentimento tão legítimo quanto a alegria, é um registro da nossa sensibilidade, que ora gargalha em grupo, ora busca o silêncio e a solidão. Estar triste não é estar deprimido."

"Melhor do que se preocupar com um happy end ou com um unhappy end é desejar que tudo tenha uma continuidade, estejamos sós ou acompanhados."
"Felicidade é a combinação de sorte com escolhas bem feitas."
"Somos a soma das nossas decisões. Tudo envolve o nosso lado racional, até mesmo escolhas afetivas."
"Ninguém é muita areia pra ninguém. Pessoas aparentemente especiais se apaixonam por outras aparentemente banais e isso não é um trote, não é uma pegadinha, não é nada além do que é: um inesperado presente da vida, que todos nós merecemos."



  • Onde encontrar:

Submarino: http://www.submarino.com.br/produto/6740984/doidas-e-santas
Livraria Cultura: http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem=2560225&sid=911487226141015309879291125

Beijo, C.
Curta: www.facebook.com/doceestranhomundodecarol

8 comentários:

  1. Acabo de me presentear com este livro. Sou sua fã!
    Bjus!

    ResponderExcluir
  2. Preciso comprar URGENTE!

    ResponderExcluir
  3. Muito boa, parabéns!!
    Me tornei sua fã aos 52 anos.
    Me identifiquei com seu estilo sutil, gostoso;
    parece até que estamos conversando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aham, Martha Medeiros é sensacional! Ler um livro dela é realmente se sentir em uma conversa. Sinto-me da mesma forma ao ler as obras da autora. Obrigada pela visita! Abraços Carol

      Excluir
  4. Adorei o que ela escreve eleva nossa autoestima e nossa alma!!!

    ResponderExcluir
  5. MARTHA MEDEIROS é uma referência do universo feminino.
    Aproprio-me de todas as palavras que publica. Faço-as minhas.
    Leio muito seus livros e sobre você.
    Abraços!
    SUCESSO!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...